Harmonizações entre vinhos e receitas natalícias

Já está com água na boca só de imaginar o bacalhau da Ceia de Natal ou o perú do dia seguinte? Se está com dificuldades em escolher o vinho para acompanhar o prato principal, temos a solução para si.

Ceia de Natal – Herdade da Ajuda Reserva Branco e Quinta da Bica Jaen

Na noite de consoada o bacalhau é rei, com a sua bela posta cozida que se desfaz em lascas, tradicionalmente acompanhada por batata cozida e couves portuguesas, tudo regado com um bom azeite e alho picado.

O bacalhau, sendo um peixe magro e salgado com um baixo teor de gordura, é acompanhado na perfeição com um vinho branco maduro, com corpo, untuosidade e personalidade. Um branco que tenha uma história para contar, como o Herdade da Ajuda Reserva Branco 2018. Um branco com uma componente aromática bastante exótica – notas de frutas de polpa amarela, como a ameixa e o pêssego, e que não desilude na boca – intenso e untuoso.

Caso seja um adepto fervoroso de tintos, pode optar por um tinto com pouca madeira e taninos para que não se sobreponha à refeição.

A PMC Wine & Food aconselha começar a refeição com o Herdade da Ajuda Reserva Branco 2018 que acompanha lindamente queijos amanteigados ou um queijo Brie.

Quando passar para o bacalhau e for adepto de tintos, a sugestão da PMC é o Quinta da Bica Jaen 2016, um vinho tinto aveludado de corpo médio, com presença elegante e taninos civilizados, que não se vai sobrepor aos sabores delicados do bacalhau.

Se a tradição é deliciar-se com um belo arroz de polvo na sua ceia de Natal então boas notícias, uma vez que estes vinhos também encaixam na perfeição.



Dia de Natal – Espumante Miguels e Ariso Grande Reserva Tinto 2016

Inicie as festividades com uma garrafa de espumante Miguels Bruto. Junte um copo deste espumante com queijos mais frescos como a mozarela ou com queijos curados – a acidez deste espumante vai alcançar o equilíbrio perfeito com o sal que este tipo de queijos costuma apresentar. Resultará também na perfeição se acompanhar carpaccio, ceviche ou mesmo marisco como lagosta ou camarão.

Quando chegar ao prato principal, aí o vinho tinto faz a mesa: a sugestão da PMC recai no Ariso Grande Reserva 2016. Um vinho com um aroma floral e exuberante, na boca mostra-se suave e delicado, não deixando de ser um vinho volumoso e com uma acidez equilibrada. O final é longo, fresco e doce, ligando na perfeição o tipo de carne branca e magra que é o perú. Desta forma o palato não se cansa e o vinho não se sobrepõe a esta deliciosa refeição de Natal.

Se, por outro lado, no dia 25 de Dezembro tem um encontro marcado com um cabrito assado no forno, o Ariso Grande Reserva 2016 tem também a ousadia suficiente para fazer frente aos seus sabores apurados, graças ao seu estágio em madeira e à sua acidez.

Entregas Grátis
Oferta dos portes durante a Black Friday
Website Seguro
Garantimos a total segurança nas suas compras online.
Pagamento Seguro
Faça os seus pagamentos com os meios mais seguros.
Portugal 2020